As delícias da mesa

A banana: o fruto por excelência da Madeira.
 
Aqui não faltam os restaurantes. Se procurar uma cozinha internacional ou gastronómica, dirijam-se à zona hoteleira e à marina de Funchal.
Se preferir a cozinha local (miam miam) dirijam-se, à zona velha da cidade, ao "Jango".  Os preços são muito razoáveis, e os pratos são copiosos e saborosos.
 
Fora do Funchal, a escolha é limitada a um ou dois restaurantes por vila ou aldeia, mas estes estabelecimentos são frequentemente de melhor qualidade. Não se vai embora sem ter passado no "Santo António" ou "As Vides" no "Estreito de Câmaras de Lobos" , cerca de 20 minutos do Funchal.
 
Horas de refeição:
Para o almoço entre o meio-dia e as 15h. Para o jantar entre as 19h e as 22h.
 
Ementa:
A cozinha é principalmente portuguesa. Entretanto a ilha tem as suas próprias especialidades. 
 
Aperitivo:
O obviamente famoso vinho de Madeira (18°).
Atenção: é muito frequentemente que se tragam um prato de queijo e/ou de charcutaria antes de começar a refeição. Saibam que o preço é dissuasivo, então não toquem neles e verifique bem que não apareça na conta.
 
O pão:
Para o pão não hesite em pedir o famoso e delicioso "bolo do caco", tostado com manteiga de alho.
 
Entradas:
Sopa madeirense com tomate, cebola e o ovo escalfado.
Caldo Verde, sopa portuguesa que contêm couve e pedaços de chouriço.
Açorda, sopa com alho e pão.
 
Os peixes e as delícias do mar:
Os caramujos não são muito apetitosos à vista, mas deliciosos.
As lapas grelhadas.
O espadarte fumado (reservado para as finas bocas).
A espada é a especialidade da ilha,  maior parte das vezes é servida com banana.
O bacalhau com as suas 365 maneiras diferentes de ser preparado; uma para cada dia.
O polvo e as lulas podem ser servidos frios em salada, quentes, fritos ou guisados.
 
A não perder!!! A Caldeira de peixe (peixes, batatas, tomates e cebolas) e a cataplana (moluscos, salsichas, presunto, fiambre, cebola, salsa, alho, paprica e vinho branco).
 
Carnes:
A espetada é "OBRIGATÓRIA". É uma espetada de carne de boi, cuja a carne é enfiada tradicionalmente num ramo de loureiro e servido à mesa suspendido a barras de ferro.
O frango também não falta: simples, grelhado, à portuguesa colonial ou com caril. 
 
Acompanhamentos: Os pratos são acompanhados de saladas, arroz, batatas, vegetais, batatas fritas e milho frito.
 
Sobremesas: Saladas de fruta tropicais frescas (papaia, abacaxi, manga), mousses ou pudim de "maracujá".
 
Vinho: Existe apenas um vinho de mesa madeirense: O Atlantis Rosé. 
Senão, pode escolher vinhos verdes, vinhos tintos ou vinhos brancos. O "Dão" e o " monte vermelho " tinto ou branco são dois bons vinhedos.
Nós adoramos o "Mateus rosé" que vem em garrafas com a forma das de Armagnac (vinho que não deixa de nos fazer efeito. Ainda não conseguimos explicar este mistério).
 
Que mais desejar, a não ser um bom apetite
e uma nova balança ao regressar de férias!!!!!
 
 
Índices     Introdução     Geografia     Fauna/Flora     Levadas     História     Cultura    Gastronomia
Fotos     Mapa    Lazeres     Vida nocturna     Alojamento     Informações     Contactos
 
Google